Luciana Palma | A clínica
372
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-372,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

A clínica

DESVENDANDO A CIRURGIA PLÁSTICA

A insatisfação com a beleza é recorrente no imaginário feminino e também masculino.O ser humano parece que nasce programado para desejar realçar a beleza e juventude, que gira em torno da aparência, considerada a melhor versão dos atributos físicos.E viver melhor significa estampar o melhor retrato do conjunto formado pela expressão facial e corporal.É, portanto, um reflexo da autoestima, a nossa relação mais íntima e pessoal!E melhorar a forma física potencializa essa relação.

 

A autoestima é de fato importante para a saúde, pois exerce bem estar emocional e psíquico no cérebro.Podemos dizer que a autoestima estabelece uma relação de prazer com a autoimagem, afastando males como a depressão, além de contribuir para a cura de algumas doenças.

 

Recorrer a uma cirurgia plástica para melhorar a imagem pessoal, gera benefícios que vão além de um atributo físico impecável.
Mas isso não significa correr para o consultório médico por que se olhou ao espelho e não gostou do que viu!É preciso identificar quando a aparência começa a gerar problemas sociais ou de saúde.Na tentativa de extirpar o problema, a pessoa muda o comportamento e hábitos de sua vida cotidiana.

 

O que não pode ser ignorado é que os resultados da aparência estética dependem do organismo e genética de cada pessoa.E quando a alteração é bem sutil, pode trazer resultados efetivos, que variam de uma pessoa para outra.Para definir o melhor procedimento a ser adotado, é importante definir critérios que envolvem ética médica, empatia e confiança entre o médico e o paciente, além de se certificar que é especializado em cirurgia plástica e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica(SBCP).

 

Ao seguir todas as recomendações e escolher o melhor procedimento, paciente deverá ficar satisfeito com o resultado, melhorar a qualidade de vida e dar um Up na autoestima, sem exageros ou frustrações de ordem pessoal.

 

 

Padrão de Beleza

Quando a pessoa ignora os riscos de adotar um determinado procedimento, em nome da forma estética perfeita, apenas para seguir um padrão de beleza ideal é alarmante.E nesse caso, o perigo de uma aparência artificial é iminente.Existem pessoas que desenvolvem uma obsessão por plástica, sobretudo mulheres, que cometem exageros em nome da beleza.Os pedidos abusivos de intervenções devem ser coibidos pelo especialista, utilizando o bom senso e respeitando os limites da Medicina.

 

A seriedade do profissional tem como base a relação médico – paciente, no primeiro contato no consultório e, portanto, a atitude correta é orientar sobre os exageros que não devem ser deliberados.A cirurgia plástica exige limites e critérios rígidos de avaliação.A ética é reconhecer a necessidade e indicar o procedimento adequado.

 

Essa questão nos leva a refletir por que o Brasil é o segundo país do ranking mundial a realizar cirurgias plásticas.Parte desse crescimento se deve a aumento da procura dos homens, que resolverem assumir o interesse pelos procedimentos da Cirurgia Plástica.Entre homens e mulheres, as técnicas mais procuradas são a colocação de próteses de silicone nas mamas, lipoaspiração, blefaroplastia, abdominoplastia e rinoplastia. Portanto, precisamos conversar sobre o assunto!

link desvendando a cirurgia plástica