Luciana Palma | Cirurgia Íntima
465
page-template-default,page,page-id-465,page-child,parent-pageid-392,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Cirurgia Íntima

Cirurgia Íntima

O embelezamento íntimo conquista cada vez mais adeptas. Isto porque a estética vaginal também é motivo de preocupação feminina. As queixas mais comuns são excesso de gordura na região pubiana e hipertrofia dos pequenos ou grandes lábios. Essa condição pode afetar a autoestima, provocar constrangimento e até causar problemas no relacionamento sexual, além de dificultar a higiene em alguns casos. O crescimento pela busca da Cirurgia íntima se dá ainda porque o modismo de depilação quase zero deixa a área mais exposta.

A Cirurgia íntima, que também é chamada de Ninfoplastia, corrige e reduz os pequenos ou grandes lábios deixando-os num tamanho normal, mais delicado. Entretanto, a diminuição não pode ser em excesso porque essa parte da anatomia da mulher possui a função de proteger a entrada da vagina, inibindo deste modo o aparecimento de infecções e, ainda auxiliando na lubrificação da região. Por isso, sua redução exagerada pode comprometer sua funcionalidade e gerar posteriormente ressecamento, sobretudo apos a menopausa. Já o excesso de gordura no púbis, o monte de Vênus, é lipoaspirado com incisões mínimas.

 

O procedimento dura em média 40min e pode ser realizado com anestesia local e sedação. A região pode apresentar equimose e um pequeno edema que desaparece em 10 a 15 dias, mas o aspecto volta ao normal em duas semanas.

Confira outros Serviços

Cirurgias Plásticas

Cirurgias Reconstrutoras

Procedimentos Estéticos